GOOGLE ADWORDS OU FACEBOOK ADS, QUAL É O MELHOR PARA MINHA EMPRESA?

No marketing tradicional, os anúncios em jornais e revistas são uma maneira comum de divulgar um negócio e promover vendas.

E no marketing digital acontece algo parecido: os Ads! Ou: anúncios online.

Existem diversos canais, também chamados de “mídias pagas” que você pode usar para divulgar ads. Em nosso artigo dessa semana, nós iremos focar em dois principais: O Facebook Ads e o Google Adwords.

Mas, e se você precisasse escolher apenas um deles, qual seria o melhor?

A resposta não é tão simples. E antes de bater o martelo é necessário um pouco de análise prévia, já que tanto o Facebook Ads quanto o Google Adwords possuem características bastante distintas entre si. Então vamos conhecer as principais forças e fraquezas de cada um e assim, descobrir qual é o melhor para a sua estratégia?

Google Adwords

Muitas empresas já estão acostumadas a publicar no Google Adwords. Isso porque o retorno é praticamente garantido. Isso acontece porque os anúncios aparecem em convergência com os do campo de pesquisa. O que significa que se um usuário digita “extintor de incêndio” na busca do Google, é possível anunciar no campo “links patrocinados” os seus produtos contra incêndio, por exemplo.

A principal vantagem dessa modalidade de anúncio é que os usuários já estão procurando por uma palavra-chave que você relacionou ao seu serviço, então é possível dizer que esses usuários estão mais “prontos” para comprar. Ou seja, você está oferecendo exatamente o que essas pessoas estão procurando no momento em que precisam. Consequentemente, a taxa de conversão é bem alta e é fácil medir o retorno sobre o investimento. ;)

Outra forma de anunciar é através da rede de display, onde estão os sites que participam de programas de afiliados do Google, o Google Adsense. Aqui também é possível anunciar no YouTube, Gmail e outros sites.

Uma coisa é certa, o Google Adwords já é uma das ferramentas de marketing digital mais consolidadas da atualidade. Sendo que seu lançamento foi em 2000, com apenas 350 anunciantes.

É importante ressaltar também a sua grande vantagem comparado aos concorrentes, no que diz respeito ao seu alcance. Basicamente qualquer usuário de internet no mundo utiliza o Google diariamente.

Vamos colocar isso em números?

  • São mais de 40.000 pesquisas realizadas no Google por segundo
  • E 180 bilhões de pesquisas por mês
  • Com o Google Adwords, 2.6 bilhões de pesquisas por mês exibem ads dos anunciantes
  • Totalizando um potencial de alcance de 90% de todos os usuários de internet do mundo!

E não para por aí. O Google também está ficando cada vez mais sofisticado, com o uso de inteligência artificial e aprendizagem automática.

Por isso, ele tem o potencial para se tornar, cada vez mais, um elemento integrado à vida da população.

Através do uso dos ads, qualquer anunciante pode embarcar nessa integração entre as pessoas e o mundo digital.

No Adwords, o anunciante só paga quando seu anúncio for clicado. Além disso, não existe um valor mínimo para uma campanha. Ou seja, é o próprio anunciante quem decide quanto está disposto a pagar. E para quem não sabe por onde começar, o Google fornece diversas estatísticas com estimativas de tráfego e custo de palavras-chave que vão te ajudar muito no planejamento.

Não há dúvida, o Google Adwords já se consolidou como líder de mercado e já está presente no orçamento fixo de muitas empresas.

Facebook Ads

Porém nos últimos anos surgiu uma alternativa dependendo do objetivo da empresa com uma campanha: o Facebook e o Facebook Ads, principalmente para segmentação de público.

O Facebook Ads é a alternativa mais usada no que se refere a “paid social”, ou seja, anúncios em redes sociais. Embora existam serviços de ads em várias outras redes – como LinkedIn, Twitter e Instagram -, o Facebook ainda é considerado o canal de maior retorno.

O motivo é seu grande potencial de alcance. Vamos colocar isso em números?

  • O Facebook tem o maior número de usuários ativos por mês: mais de 1.28 bilhão
  • E chega a 1 trilhão de visualizações por mês
  • Totalizando um potencial de alcance de 43.8% de todos os usuários de internet do mundo!

Umas das principais características dessa modalidade de anúncio é a alta segmentação do público que vai visualizar seu anúncio. E o Facebook consegue fazer isso com a ajuda dos próprios usuários! Afinal, a maioria das pessoas preenche seu perfil na rede social com uma riqueza de detalhes!

O fator visual também contribui bastante para o alcance dos anúncios no Facebook Ads. Isso porque são utilizadas muitas imagens e vídeos, o que faz com que eles se integrem melhor ao feed de notícias dos usuários.

Consequentemente, o resultado acaba sendo mais suave e, ao mesmo tempo, mais persuasivo do que os anúncios somente com texto.

Os anúncios no Facebook normalmente são constituídos por texto e foto. Além disso, podem direcionar para seu site ou fanpage. Ou seja, se você deseja divulgar a fanpage da marca, é possível promover através de histórias patrocinadas, posts patrocinados e a opção curtir. Mas é importante salientar que o melhor lugar para promover a fanpage ainda é dentro do próprio Facebook.

Agora, quando o assunto é o site de uma marca ou e-commerce, você terá a possibilidade de escolher com bastante precisão o público que se deseja captar. O próprio Facebook permite segmentar o público por sexo, cidade, estado, idade, estado civil (status de relacionamento) profissões, interesses pessoais, etc. E assim como acontece no Google Adwords, aqui você também consegue controlar o quanto pagar.

Além de todas as vantagens já citadas, também podemos contar como um grande diferencial o fato de que o usuário está navegando pelo Feed e vê os anúncios nas laterais ou no próprio Feed, diferente do Adwords, em que o usuário está buscando pela palavra-chave naquele momento. Isso significa que apesar de muito mais direcionado para o público, o anúncio tem uma taxa menor de conversões.

E qual é a vantagem disso? Você terá mais facilidade em atrair clientes que estejam em estágios iniciais de interesse no produto/serviço. Para empresas que buscam construir um relacionamento com o cliente, atrair o usuário para a fanpage pode ser o melhor negócio, não sendo tão importante a venda imediata.

 Então, qual é a melhor escolha?

Com base em tudo o que você leu até aqui, deve ter percebido o quão difícil pode ser dar um veredito, certo? Mas lá vai: a melhor escolha depende do objetivo que a sua empresa quer atingir. Se o seu objetivo é vender, o Google Adwords ganha a disputa. Isso porque a taxa de conversão é mais alta, atinge-se mais pessoas e principalmente, atinge-se um usuário que pesquisa sobre o assunto e por isso, está mais propenso a efetuar a compra.

Mas se o objetivo da empresa é construir ou consolidar uma marca, além de criar um relacionamento e fidelizar clientes, o melhor é usar Facebooks Ads. Aqui, seu retorno sobre o investimento é mais difícil de calcular, mas a longo prazo as redes sociais são ótimas ferramentas. o/

Dependendo das intenções da empresa e do estágio do negócio, pode-se sim escolher apenas uma forma de divulgação. Mas o mais indicado mesmo é utilizá-las de forma complementar, o Adwords para vender para um consumidor que já existe e procura pelo produto/serviço, ao mesmo tempo em que se usa o Facebook Ads para atrair consumidores para aquele produto/serviço.

Em suma, Facebook Ads e Google Adwords não são rivais! Como esses canais atendem a objetivos diferentes, você pode mesclar o uso dos dois. E, combinados, eles vão garantir máxima visibilidade para o seu negócio.

Voltar