AS NOVIDADES QUE IMPACTARAM O MARKETING DIGITAL EM 2017

Muitas novidades chegaram em 2017 no Marketing Digital. Principalmente no que diz respeito às redes sociais. O grande campeão de novidades foi o Facebook, mas outras plataformas como o Instagram, Twitter, LinkedIn e WhatsApp também anunciaram mudanças em 2017. Confira as principais em nosso artigo dessa semana!

Facebook

No ano de 2017 o Facebook atingiu a marca de 2 bilhões de usuários ao redor do mundo! E para conseguir reinar absoluto dessa maneira, a rede social do Titio Mark investiu pesado em vídeos, novos formatos e em atualizações no famigerado algoritmo que decide quais publicações serão mostradas (ou não) no feed de notícias.

Vídeos

Durante todo o ano de 2017, o Facebook anunciou um monte de novidades para estimular produtores de vídeo a produzirem conteúdo na rede social.

A partir disso, aplicativos de produção de vídeo foram criados, como o Creator, que serve para os usuários melhorarem seus conteúdos com gráficos, ferramentas de interação e informações úteis para análise. Ele foi lançado em conjunto com o site Facebook for Creators, que traz dicas para criadores.

E para melhorar ainda mais a experiência do usuário com relação aos vídeos, foi anunciado o Instant Videos, que é uma funcionalidade que permite ao usuário baixar conteúdo audiovisual por Wi-Fi previamente para assistir quando estiver sem conexão ou somente com acesso aos dados móveis. Essa novidade é importante especialmente para países nos quais os custos de internet móvel são altos ou em que os dados se esgotam rapidamente, como no Brasil.

Também teve o lançamento do Facebook Watch, aplicativo voltado para aparelhos de TV onde é possível assistir a vídeos compartilhados por amigos ou por páginas que você segue, vídeos ao vivo mais assistidos ao redor do mundo e vídeos recomendados com base em seus interesses.

Essa plataforma foi criada para competir diretamente com o YouTube e Netflix.

Anúncios

É claro que não poderia faltar novidades para quem anuncia no Facebook, certo?

Em abril, o Facebook anunciou o Mobile Studio, um site com dicas para pequenos e médios anunciantes criarem seus anúncios na rede com mais facilidade. A companhia dizia ser essa solução mobile para 65 milhões de negócios que utilizam as fanpages do Facebook e para 8 milhões de perfis de negócios no Instagram.

Também aconteceu a divulgação do Collection, um novo formato de anúncios para fazer com que as marcas vendam mais por meio de anúncios imersivos e de carregamento rápido.

Já em novembro, anunciou que quatro novas ferramentas voltadas para a internacionalização de anúncios estavam disponíveis. As novidades possibilitariam criar campanhas direcionadas a audiências que falam línguas diferentes, encontrar um público-alvo que esteja em outro local, dentre outras possibilidades.

Outro ponto importante foi o lançamento da extensão do Excel nomeada de FAME, que tem o objetivo de criar relatórios de anúncios, exportando dados de várias contas de anúncios para um único relatório.

Além disso, 17 opções pouco usadas no impulsionamento de publicações foram aposentadas pela rede social. Algumas delas são: Compartilhamentos de produtos de lojas, Compartilhamento de uma história sobre publicações de promoção, Check-ins em mapas, restaurantes ou cidades, Compartilhamentos de notas, Compartilhamentos de enquetes, Compartilhamentos de recomendações de lugares, Compartilhamentos de momentos culturais.

Algoritmo

Como sempre, o algoritmo do Facebook não parou de mudar. :P Já no começo do ano ficamos sabendo de uma atualização que tinha como objetivo dar mais espaço a vídeos longos no feed de notícias. Já sites lentos perderam espaço.

O Facebook também fez um teste polêmico no feed de notícias de 6 países. De repente todos os posts orgânicos das fanpages sumiram, restando apenas anúncios e posts de amigos e familiares. Isso abriu precedentes para as pessoas acreditarem que isso se tornaria realidade em todos os locais.

Outras novidades incluíram um projeto para jornalismo, que deve influenciar na produção e na promoção de conteúdo no Facebook; o Facebook Polls, que permite fazer enquetes utilizando GIFs e fotos; e, é claro, o Facebook Stories.

Instagram

Por enquanto o Facebook continua sendo a maior rede social do mundo. Porém, o Instagram mostrou ser a que mais cresce em números de usuários, principalmente em 2017!

As famosas Stories, que foram lançadas em 2016, tiveram o seu uso amplamente consolidado por inúmeras empresas em 2017. Diversos recursos da rede social podem ser aproveitados no Marketing Digital, como a possibilidade de adicionar hashtags e localização às fotos e vídeos que desaparecem depois de 24h, assim como a possibilidade de fazer transmissões ao vivo com convidados.

As enquetes, que permitem que empresas interajam com seus seguidores, também foram implementadas no ano passado.

Por fim mas não menos importante, o Instagram lançou ainda a possibilidade de seguir hashtags. Isso mesmo! Essa prática promete ampliar o alcance das publicações no Instagram ao permitir que pessoas que ainda não sigam determinados perfis sejam impactadas por meio das hashtags, tanto no feed como nas Stories.

LinkedIn

O LinkedIn não fez feio em 2017 e também apresentou diversas atualizações. Umas delas, lançada em 19 de janeiro, foi o redesign completo na sua versão para desktop buscando dar mais atenção para conversas e conteúdo. Essa foi a maior atualização desde o lançamento da rede social voltada para profissionais, ocorrido em 2002.

O lançamento do LinkedIn Trending Storylines trouxe feeds customizados diariamente que mostrarão os posts mais interessantes da área de atuação profissional de cada usuário. Bacana não é mesmo?

Já os formulários de geração de Leads representaram uma nova solução de marketing, a exemplo do que já acontece no Facebook, assim como Matched Audiences, uma solução que oferece opções de segmentações similares às disponíveis em outras redes sociais, que permitem que os profissionais de marketing segmentem os anúncios com base em endereços de email ou sites visitados.

Duas atualizações para facilitar conversas também tornaram a rede mais amigável para fazer contatos e mais parecida com outras redes sociais.

WhatsApp

2017 definitivamente foi o ano das Stories. A função foi aplicada a todos os aplicativos possíveis, inclusive no WhatsApp. Com o nome de “Status”, a versão foi lançada como uma possibilidade de inserir anúncios no WhatsApp, mas acabou sendo pouco utilizada pela maioria das pessoas.

Já uma novidade que foi muito comentada entre quem trabalha com Marketing Digital foi anunciada em setembro. A empresa comunicou no seu blog oficial que uma versão do aplicativo voltada para negócios estava em fase de testes com um grupo de empresas selecionadas. O chamado WhatsApp Business foi lançado no começo de 2018 e você pode conferir tudo sobre essa novidade em nosso artigo WhatsApp Business: Quais vantagens irá trazer para o seu negócio?

Esperamos que você tenha gostado do artigo. Caso tenha mais alguma novidade para compartilhar, escreva pra gente abaixo nos comentários. ;)

Voltar