O que esperar do marketing digital em 2017?

O ano de 2017 já chegou a algumas tendências no que diz respeito ao marketing digital já podem ser observadas e aproveitadas. E nós separamos aqui nesse artigo algumas delas. Bora conferir?

Marketing a serviço das boas ações

A empresa Trendwatching relatou que a crise na presente em toda a América Latina acabou fazendo com que os consumidores ficassem ainda mais criteriosos em relação às marcas. Landing Pages que estimulam o usuário a fazer doações ao final da compra em sites de e-commerce, campanhas publicitárias em favor da igualdade e aumento na transparência dos negócios são apenas algumas das ações que despontaram nesse ano que passou e são grandes tendências de mercado para o ano que chegou.

Predominância do mobile

Não é de hoje que o acesso à internet através de dispositivos móveis já ultrapassou o desktop, o que fez com que diversos critérios de ranqueamento de sites de busca como o Google mudassem. E em 2017 não vai ser muito diferente! A tendência é a inclusão definitiva das plataformas móveis nas estratégias de comunicação das empresas digitais. Ou seja, se você está pensando em aderir às novas estratégias de comunicação, você vai precisar criar formatos que possam ser acessados através de smartphones e tablets.

Chegou a vez dos wearables

A cada novo lançamento, os dispositivos wearables ganham funções novas e é claro que eles não iriam decepcionar em 2017 no quesito tecnologia. Empresas digitais que criem aplicativos para dispositivos como os smartwatches, pulseiras e óculos inteligentes saem na frente e têm a possibilidade de atender a um público premium de maneira mais fácil.

Content Remarketing

O remarketing, normalmente visto em anúncios de e-commerces, são utilizados para estimular um cliente que abandou uma compra a retornar ao site. E essa prática promete ser uma das maiores tendências de mercado em 2017 para o marketing de conteúdo. Uma das vantagens que mais se destaca quando falamos em remarketing, está relacionada ao aumento de conversões de leads e aproximação com o cliente. As estratégias para o remarketing de conteúdo possuem diversas semelhanças com o remarketing tradicional, a diferença é que em vez de levar novamente o usuário a uma página de compras, os anúncios irão direcionar o usuário para os melhores conteúdos do seu site, como por exemplo posts, vídeos, e-books, dentre outros materiais ricos que poderão reconquistar o lead.

Soluções de compra multicanal

Assim que o mobile se popularizou, as empresas enxergaram a necessidade de integrar seus diversos canais de contato para trazer e fidelizar clientes. É muito importante que o usuário sinta-se à vontade para transitar de forma confortável entre a loja física e o aplicativo da marca sem enfrentar problemas de comunicação entre uma plataforma e outra. Por esse motivo, muitas marcas já estão buscando integrar suas mídias usando programas de fidelidade.

Em 2017 a tendência mais importante será justamente a total sincronia entre todos os meios de comunicação presentes em uma empresa. Ou seja, um cliente vai poder iniciar uma compra utilizando o aplicativo, fazer o pagamento no caixa na loja física e fazer a retirada do produto imediatamente, sem a necessidade de fazer reservas ou qualquer outro procedimento burocrático. E a fidelidade a uma marca vai ser recompensada! Interagir na fanpage do Facebook, fazer compras, ou passar por locais determinados vão gerar pontos e vantagens para o usuário/cliente cadastrado no programa de fidelidade, o que faz com que esse seja estimulado a comprar novamente.

Email Marketing

O Email Marketing também tem novidades! Seu uso está crescendo internacionalmente, o que faz com que a exigência dos consumidores também aumente. Ou seja, clientes e usuários não querem mais apenas receber ofertas e afins, eles esperam por conteúdo.

Portanto, uma previsão para 2017 é que o Email Marketing cresça exponencialmente. Sabendo que 9 em cada 10 brasileiros utilizam e-mail, esse ainda é – e será por um bom tempo – o melhor e maior meio de comunicação corporativo do mundo. Com isso é importante ressaltar que empresas que não conquistarem o seu espaço digital irão fracassar, queiram ou não.

Porém, conforme já comentamos em outros artigos, a utilização do Email Marketing deve ser feita de maneira assertiva, evitando spam por exemplo. Infelizmente, nem todas as empresas respeitam essa premissa e algumas até compram listas de email e saem por aí enviando emails de venda. Isso além de não ser nada legal, ainda faz com que os servidores comuns, como Gmail, Hotmail, Yahoo, entre outros, perceberam isso e comecem uma verdadeira campanha contra spamers. Ou seja, esses mesmos servidores criam e otimizam algoritmos que vão evitar esse tipo de email na caixa de entrada de seus clientes.

E a melhor maneira de combater isso é criando a sua própria lista de e-mails, prática que já é bastante comum entre empreendedores digitais da atualidade.

SEO

No que diz respeito a SEO, a tendência é que a intenção seja mais importante que as palavras-chave. Ou seja, através do grande número de buscas, será possível o entendimento da intenção de pesquisa que vai passar a analisar diferentes aspectos, inclusive retornar resultados semânticos. UAU!

Vamos dar um exemplo, imagine que ao pesquisar no Google por “bolsa barata” o site pode exibir uma bolsa usada no brechó mais perto da sua casa… as possibilidades realmente são imensas.

Mas para que isso seja possível, não basta ajustar o meta title com base nas pesquisas, é preciso que seja fornecido informação e conteúdo suficiente em suas páginas para que o Google consiga entender todas as possibilidades em que pode exibir seus produtos ou posts.

HTTPS neles!

O famoso S no HTTP, que foi uma tendência esse ano, também promete ser dominante em 2017. A mudança deve ocorrer tanto por ser um fator de posicionamento para o Google quanto pela facilidade e possibilidade de se obter um certificado grátis hoje em dia, o que era impensável há alguns anos atrás.

Aplicativos

Com a tecnologia dos smartphones aumentando a cada dia, assim como a criatividade de seus desenvolvedores, é esperado um aumento bastante significativo na quantidade de aplicativos. Além disso, estar em posição favorável nas Apps Store será fator determinante para o sucesso de seu aplicativo ou negócio.

Marketing de Conteúdo

É claro que ele não poderia ficar de fora né? A principal tendência no que diz respeito ao marketing de conteúdo para 2017 é a de otimização de recursos. Mas o que isso quer dizer? Isso significa que ao invés de abrir dezenas de frentes de Marketing Digital e atuar em várias redes sociais, vários canais de relacionamento, várias mídias e fontes de tráfego, os negócios maduros vão se concentrar na Lei de Pareto: otimizar as 20% de fontes de tráfego responsáveis por 80% dos resultados do negócio.

De fato, os meios digitais tornam-se mais complexos e integrados a cada dia que passa, mas ao mesmo tempo é mais caro estar em todos os lugares. Por isso, medir, gerenciar e otimizar recursos para conseguir ganhar escala e crescer em 2017 é fundamental!

Voltar