Simplifique o seu site e faça com que seus clientes descubram que precisam de você!

Se você já acompanha o nosso blog, a essa altura já deve estar ciente de que a sua empresa precisa de um site, certo? E de preferência, responsivo, é claro.

Mas o foco dessa semana é outro. A importância da SIMPLICIDADE em seu site. Isso mesmo. Você sabia que dependendo da forma como você comunica e divulga seus produtos ou serviços em seu site, diversas pessoas podem ler a respeito e acreditar que não precisam daquele determinado produto ou serviço simplesmente por não entenderem do que se trata? E acredite, muitas vezes elas estão sim precisando e acabam procurando em outro site por não encontrarem, de forma direta e clara, as informações necessárias em seu site, principalmente se o seu negócio é mais específico.

Neste caso o ideal é realmente melhorar o site. Sem um bom site não vai adiantar nada investir em atração de público, pois os usuários irão entrar no site e não haverá nada que os interesse lá. Por isso, nesse artigo você vai encontrar algumas sugestões para poder dar uma melhorada nessas questões. Boa leitura!

Sobre clientes:
Esse geralmente é um dos pontos que mais vai atrair a atenção dos seus possíveis novos clientes. Isso também ocorre com o próprio site do SiteNauta. A área de clientes é a que mais tem acessos. Isso normalmente se deve ao fato de se tratar de vendas complexas, quando não há a exposição de produtos em que a pessoa olha, sente interesse e já clica para comprar. Nesses casos, o usuário precisa entender muito bem o que fazemos e como fazemos para aí sim ter interesse em entrar em contato conosco. É por isso que as pessoas tendem a querer ver quais clientes nossa empresa já atende ou atendeu e o que já foi feito para estas empresas, pois obviamente isso é um atestado de que foi feito um bom trabalho (ou não).

O indicado é melhorar o entendimento dos processos e focar em uma linguagem para leigos. Isso porque muitas pessoas podem não entender de que forma terão seus produtos melhorados com a sua prestação de serviços. Aposte também em uma área de clientes para divulgar cases de clientes que já tenham obtido boas soluções através de você. Confira um exemplo do SiteNauta clicando aqui.

Perceba que na primeira frase já comunicamos o que fizemos e os resultados que o cliente teve. Isso acaba gerando o interesse na pessoa em continuar lendo para entender como ela poderia aplicar isso para própria empresa.

Depoimentos de clientes também são uma excelente opção, se for em vídeo, ainda melhor.

Sobre a empresa:
Na área de Quem Somos, ou A empresa, explique a essência da sua empresa. Inclua informações como: Há quanto tempo estão no mercado, tempo de experiência na área, quantos clientes possuem, quantas soluções já foram entregues até hoje, quais benefícios gerou, etc.

Por exemplo: “Mais de 100 soluções entregues em todo o Rio Grande do Sul, gerando assim, uma economia de tempo de, em média, 30 horas mensais, reduzindo o custo operacional das empresas em 5% ampliando assim, sua lucratividade.” Repare que em uma única frase você já consegue despertar a vontade do usuário em te contratar. E é justamente esse o principal objetivo do Marketing Digital, comunicar tudo aquilo que para a sua empresa pode parecer corriqueiro e comum, em uma informação valiosa para pessoas que ainda não conhecem você.

Sobre os produtos e serviços:
Em sua área de produtos ou serviços, indicamos explorar ao máximo tudo que a sua empresa tem a oferecer, além de exemplificar, mostrar aplicações, mostrar opções e descrever detalhadamente como será todo o processo ou implantação de seus produtos/serviços, além é claro, de seus benefícios e suas vantagens quando comparado à sua concorrência.

A jogada sobre o site como um todo é linkar uma coisa na outra. Por exemplo: se você mencionou na área de “empresa” que já atendeu mais de 40 empresas, experimente adicionar alguns links ou pequenos banners para que a pessoa que está lendo seu site possa acessar esses cases e conferir o que sua empresa fez. Caso você tenha mencionado lá na área de cases que trabalhou com a solução X e Y, direcione seu usuário também para a área de serviços onde você explica como são estes serviços e vice-versa. Além disso, você pode usar isso como premissa para qualquer tipo de divulgação, pode ser para os banners da home de seu site, para anúncios no Google, para anúncios em rede de Display, para Mídia e postagens no Facebook, para e-mail marketing, ou qualquer outro tipo de divulgação que faça.


Tenha sempre em mente que o usuário não sabe para onde ir em seu site. Principalmente se ele ainda nem conhece sua empresa. Por isso, você precisa conduzi-lo para as páginas que você considera mais importantes. Aqui também vale destacar a estratégia de inbound marketing, onde você consegue captar o contato do (usuário) interessado e assim, pode muni-lo com conteúdos de seu segmento, para gerar ainda mais interesse e ampliar os seus resultados com mais facilidade.

E o Blog? Entra onde?
Na atração! Conteúdos bem escritos, estruturados e divulgados atraem 80% mais acessos do que falar sobre a empresa, sobre produtos entre outros.
Isso é muito claro se você parar para pensar. Quando você quer trocar de carro por exemplo, e decidiu comprar uma camionete 4x4, o que você faz? Vai até a concessionária e pede para o vendedor te explicar como o carro é ou vai até o Google e pesquisa sobre os benefícios que esta camionete vai te proporcionar? Aqui o sentido é o mesmo, o blog vai ajudar seus possíveis clientes a te acharem com mais facilidade, a criar autoridade sobre assuntos que sua empresa domina, mas que muita gente não sabe disso, a gerar interesse nas suas soluções, pois quem domina bem um assunto, sabe como entregar um bom serviço/produto.

Mas lembre-se, ter um blog requer muito tempo e planejamento. Porém, quando bem estruturado, os resultados de uma empresa que trabalha com um blog sempre são muito maiores do que uma que não tem este tipo de ferramenta de apoio.

 

Voltar