Vender para o público on-line é fácil! Descubra como começar

Se você deseja aumentar as vendas e oportunidades da sua empresa, já deve ter considerado divulgar seus serviços ou produtos na internet, certo? E tendo em mente que o seu objetivo é obter maior visibilidade e assim, atingir novos públicos, você provavelmente deve considerar anunciar no Facebook, que é a maior rede social do mundo! Conforme já ressaltamos em um artigo anterior, o Facebook é uma rede social de alto impacto, sobretudo no Brasil, onde 90% da população que usa a internet no país faz parte da rede, ou seja, mais de 90 milhões de pessoas.

Além disso, o Facebook possui uma funcionalidade que faz com que os seus anúncios sejam exibidos para usuários que estão ativamente procurando por algo. E nada melhor do que divulgar seus produtos para aqueles que estão realmente procurando por eles, não é mesmo? Suas chances de realizar uma venda crescem significativamente.

Anunciar no Facebook acaba se tornando uma ação ainda mais assertiva se considerarmos que a Rede social é acessível a qualquer pessoa que deseja se tornar anunciante. Para isso, somente é necessário realizar um cadastro e publicar uma campanha.

Portanto, é importante ressaltar que os resultados podem não aparecer da noite para o dia. É muito comum empreendedores se sentirem frustrados por não obterem o retorno esperado.

Isso acontece, em grande parte das vezes, porque o anunciante não compreende como publicar uma campanha que esteja alinhada com os objetivos do Marketing. Para isso, é necessário entender a dinâmica dos anúncios no Facebook, o comportamento de busca do seu público-alvo e algumas boas práticas que fazem diferença no resultado da campanha.

O Facebook não fecha vendas sozinho, por isso, é sempre importante lembrar que existem outros fatores que também devem considerados para que suas campanhas obtenham sucesso. Vamos explicar melhor quais são eles e como trabalhá-los de forma correta agora. Boa leitura!

Montando a primeira campanha com Facebook Ads

Quando o assunto é marketing em mídias sociais, muita gente se engana ao achar que não se gasta nada para trazer resultados, já que as ferramentas são gratuitas. Isso não está totalmente correto. Sempre há um investimento de tempo e energia, especialmente em produção de conteúdo.

No entanto, concordamos e defendemos que é um investimento muito mais acessível para médias e pequenas empresas do que anunciar nas mídias tradicionais. Talvez em função dessas possibilidades de crescimento orgânico (que são excelentes!), criou-se um certo preconceito de que gastar com publicidade online não é “o jeito certo” de fazer Marketing Digital. Pelo contrário.

Investir em mídia online - como Links Patrocinados, Facebook Ads, entre outras formas – é uma grande maneira de complementar e amplificar os investimentos em conteúdo e SEO, além de ser fundamental para antecipar resultados no início, quando a empresa ainda não possui muita autoridade na Web.

No caso do Facebook, seus anúncios segmentados funcionam muito bem para atrair uma audiência qualificada a um custo bastante acessível. Por isso, recomendamos fortemente a compra de anúncios no Facebook (Facebook Ads), especialmente para se atingir alguns benefícios específicos que traremos mais adiante.

Como funciona uma estrutura de campanha

O Facebook Ads tem três níveis: Campanhas, Conjunto de anúncios e Anúncios. Essas divisões possibilitam focar melhor os anúncios para cada grupo específico, ter um controle maior sobre orçamento e cronograma, e analisar os resultados com mais facilidade. Vamos ver a seguir mais detalhadamente cada nível dessa estrutura.

Campanha

Em nível de campanha você deve escolher um objetivo específico, que pode ser aumentar o número de curtidas em sua página, direcionar visitantes para o seu site, gerar envolvimento com alguma publicação da página, etc.

Conjunto de Anúncios

Dentro de cada campanha você pode criar diferentes conjuntos de anúncios, de acordo com o segmento que deseja atingir. Um exemplo: uma campanha para gerar cliques no seu site pode ter um conjunto de anúncios para pessoas de São Paulo e outro para pessoas de Santa Catarina.

Para cada grupo de anúncios é possível determinar um orçamento e um cronograma específicos, o que permite um controle maior por parte do usuário.

Anúncios

No nível dos anúncios, é possível fazer variações de textos, imagens, links, etc. Além disso, aqui são definidos os lances (valores de CPC ou CPM) e outras definições do público-alvo.

Opções de anúncio

Existem diferentes tipos de anúncios, cada um com seus objetivos. É a partir do resultado final que você deve criar a sua campanha.

Essa configuração facilita para o usuário criar seus anúncios e atingir seus objetivos. Vamos ver o que significa cada uma dessas alternativas:

● Envolvimento de publicação de página: Anúncios que impulsionam suas publicações e aumentam curtidas, comentários, compartilhamentos, reproduções de vídeos e visualizações de fotos.

● Curtidas de página: Anúncios para construir público no Facebook.

● Cliques no site: Anúncios para estimular pessoas a visitar seu site.

● Conversões no site: Anúncios para promover ações específicas no seu site. Será preciso usar um pixel de conversão-monitoramento para medir os resultados.

● Instalações do aplicativo: Anúncios para estimular pessoas a instalar o seu aplicativo.

● Envolvimento com o aplicativo: Anúncios que gerem mais atividades no seu aplicativo.

● Participações no evento: Anúncios para promover seu evento.

● Obtenções da oferta: Anúncios para promover ofertas que você criou. É preciso usar uma oferta já criada ou criar uma nova.

Conclusão

Todas as dicas e todos os passos que você encontrou nesse artigo servem para você dar o start inicial em sua estratégia de Marketing Digital no Facebook. Pode parecer muito em um primeiro momento, mas é a apenas uma gota em um oceano de possibilidades que a rede social possui para que você colha bons frutos para seu negócio.

Em resumo, tudo o que você precisa para iniciar é criar uma página atrativa e completa, publicar conteúdo relevante, buscar sua audiência ideal e analisar suas estatísticas para entender o que está funcionando e o que não está em sua estratégia.

Porém, como vimos até aqui, essas não são tarefas que são realizadas da noite para o dia. É preciso, além de traçar uma estratégia eficiente, guardar um tempo para analisar e otimizar os resultados.

Esperamos que esse artigo auxilie você a alcançar a melhor audiência possível, tanto em quantidade como em qualidade.

Mãos à obra e bom trabalho!

Voltar